Loading...

Reformulação do MNSR é modelo de referência para museu brasileiro

19 de Março, 2024

No âmbito das Bolsas de Capacitação Ibermuseus, o Museu Nacional Soares dos Reis (MNSR) vai receber Juliane Nicolle Câmara, do Museu do Diamante, para a realização de um intercâmbio institucional.

 

O Museu do Diamante foi criado em 1954, estando localizado no centro histórico de Diamantina, em Minas Gerais, Brasil, cidade Património Cultural da Humanidade.

 

O casarão que acolhe o Museu do Diamante foi residência do padre Rolim, figura marcante no movimento histórico conhecido como Inconfidência Mineira. Atualmente, o edifício encontra-se encerrado, decorrendo uma intervenção de restauro arquitetónico e um processo de reformulação expositiva que visa rever a narrativa e apresentar um museu mais acessível, inclusivo, democrático e sustentável.

O projeto de intercâmbio a realizar com o Museu Nacional Soares dos Reis tem por objetivo compreender com maior proximidade, e de maneira comparada, o processo recente de reformulação da exposição de longa duração do MNSR, numa perspetiva que abrange as várias dimensões da sustentabilidade.

 

A partir desta experiência serão estudados os trabalhos a realizar no Museu do Diamante, nos processos de reformulação museológica, participação da comunidade, ações educativas, comunicação e gestão.

 

Nesta 5ª edição das Bolsas de Capacitação Ibermuseus, 20 projetos de profissionais de museus da Argentina, Brasil, Chile, Cuba, Espanha, México e Uruguai foram selecionados para receber o apoio do Ibermuseus na realização do programa de intercâmbio. Juliane Nicolle Câmara, do Museu do Diamante, é uma das selecionadas, tendo oportunidade de desenvolver o seu projeto no Museu Nacional Soares dos Reis.

 

Sobre o Ibermuseus

O Ibermuseus tem entre seus objetivos fomentar a sustentabilidade das instituições e processos museológicos ibero-americanos, considerando que o tema está em constante debate na agenda política global desde os anos 1970. Atualmente, esta temática é uma das tarefas prioritárias para a Organização das Nações Unidas (ONU) e seus Estados para os próximos quinze anos, período previsto para atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS -2030) em cada país.

 

A ação, que responde à procura por políticas específicas para a área dos museus, é tratada a partir de uma perspetiva multidimensional (social, cultural, econômica e ambiental) e transdisciplinar, que envolve diversas áreas de conhecimento.

 

O Programa Ibermuseus é uma iniciativa de cooperação dos 22 países ibero-americanos, com vista ao fomento e à articulação de políticas públicas na área de museus. Portugal é um dos países membros deste programa, fazendo parte do grupo de 11 países que integram o respetivo Comité Intergovernamental.

×