https://simal.ing/
Museu Nacional Soares dos Reis apoia o Happiness Camp - Museu Nacional Soares dos Reis
Loading...

Museu Nacional Soares dos Reis apoia o Happiness Camp

23 de Agosto, 2023

O Museu Nacional Soares dos Reis é um dos parceiros oficiais da campanha de ativação da 2ª edição do Happiness Camp, a realizar no próximo dia 14 setembro, na Alfândega do Porto.

 

A participação no evento é gratuita, sujeita a inscrição prévia.

A 2ª edição do Happiness Camp quer juntar seis mil pessoas de 12 nacionalidades, na Alfândega do Porto, para promover a felicidade em todas as vertentes. Através de ações promocionais a realizar no Mercado do Bolhão nos dias que antecedem o evento, será dada aos participantes a possibilidade de visitar o Museu Nacional Soares dos Reis, no particular momento de realização da atual exposição temporária «Portreto de La Animo Art Brut etc.».

 

Promovido pelo Lionesa Business Hub, o Happiness Camp é a maior conferência dedicada à felicidade corporativa na Europa. Empresas, profissionais, estudantes, turistas ou qualquer pessoa com interesse no tema reúnem-se para partilhar conhecimentos e as melhores práticas, fomentar a sensibilização e criar uma comunidade de apoio.

 

O Happiness Camp vai apresentar no Porto o “Dopamine Hub”, um percurso sensorial de intervenções artísticas que pretende estimular a produção de dopamina nos participantes. O conceito é inédito em Portugal, mas popular em cidades como Londres ou Nova Iorque.

 

O papel dos museus na Saúde Mental

Dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que, até 2030, a depressão deve tornar-se a doença mais comum do mundo, afetando mais pessoas do que qualquer outro problema de saúde.

 

Os impactos da pandemia Covid-19 ao nível da saúde mental e a dimensão do atual sofrimento psicológico dos portugueses são traduzidos em valores preocupantes. De acordo com informação disponibilizada pela Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Saúde Mental, Portugal é o segundo país com a mais elevada prevalência de doenças psiquiátricas da Europa.

 

Consciencializar para o problema crescente, alertando e sensibilizando para a necessidade de estender o debate sobre a doença mental à esfera pública, ligando comunidade científica e cidadãos, é uma necessidade premente que convoca de forma transversal todos os setores da sociedade, incluindo os museus.

 

É neste contexto que o Museu Nacional Soares dos Reis tem vindo a realizar várias ações enquadradas no eixo programático «Arte & Saúde».

 

A exposição “Portreto de la Animo” e as atividades paralelas são o foco deste programa em 2023, prosseguindo com oferta cultural orientada à minimização do impacto da doença, aumentando a autoconfiança e bem-estar, possibilitando a construção de um ambiente seguro, aliviando o sofrimento e diminuindo a angústia das pessoas que neles participam.

 

A exposição “Portreto de la Animo” integra peças selecionadas da Coleção Treger Saint Silvestre que se relacionam com processos de autorrepresentação e que foram produzidas, maioritariamente, em contextos de doença. O Museu Nacional Soares dos Reis proporciona, assim, o encontro destas obras de arte, inscritas em correntes que vão além das tradicionais, com outras do seu próprio acervo.

 

Pretende-se proporcionar a contemplação, a empatia e o reforço do elo emocional entre o público e as composições em exposição. Trata-se de criar uma experiência de fruição, mas essencialmente de consciencialização para o mundo interior da pessoa e as suas expressões.

×