https://simal.ing/
93º Aniversário de Nascimento da Escultora Irene Vilar - Museu Nacional Soares dos Reis
Loading...

93º Aniversário de Nascimento da Escultora Irene Vilar

11 de Dezembro, 2023

Irene Vilar nasceu a 11 dezembro de 1930, em Matosinhos. Apesar de ter trabalhado em diferentes áreas, foi à escultura que Irene Vilar dedicou grande parte da sua vida.

 

Nos estudos enveredou, desde cedo, por esta arte. Licenciou-se na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto e obteve 20 valores na sua tese de escultura, tendo sido discípula de Barata Feyo e Dórdio Gomes.

 

Em Portugal, o espólio de Irene Vilar encontra-se disperso pelo Museu Nacional Soares dos Reis, Museu Amadeo Souza-Cardoso, Biblioteca-Museu de Vila Franca de Xira, Museu do Chiado, Património Artístico de Matosinhos, entre outros.

Em 1958, como bolseira do Instituto de Alta Cultura e da Fundação Calouste Gulbenkian, estudou em Itália e viajou por Espanha, França e Suíça.

 

Estagiou na Escola de Gomes Teixeira e na Escola Secundária de Clara de Resende, no Porto, lecionou as disciplinas de Desenho, Educação Visual e História do Traje. Foi também diretora da antiga Escola Industrial Aurélia de Sousa (hoje Escola Secundária), igualmente no Porto.

 

Depois de um interregno no período pós 25 de Abril de 1974, viria a terminar a sua carreira de docente na Escola Secundária Clara de Resende, em 1987. A partir desta data passou a dedicar-se inteiramente à Arte.

 

É autora de uma variada, ampla e riquíssima obra plástica, nas áreas da escultura, da medalhística, da numismática, da ourivesaria e da pintura, mostrada num sem número de exposições (individuais e coletivas) e distinguida com vários prémios.

 

A escultura em bronze, datada de 1954, da escritora Maria de Castro Henriques Oswald (na foto), de autoria de Irene Vilar e pertencente ao acervo do Museu Nacional Soares dos Reis, reflete a ligação que muitas vezes se gera entre escultores e intelectuais, aspeto que é notório na coleção de escultura do MNSR. Tal relação teve na obra de Irene Vilar um significado especial, como fica claro nos seus retratos de poetas, entre eles, Fernando Pessoa, Florbela Espanca e Cesário Verde.

 

Irene Vilar faleceu a 12 maio de 2008, com 77 anos, no Porto, vítima de doença prolongada.

 

(Créditos)

×